O que é a economia do compartilhamento?

Acabei de ler um ótimo artigo sobre a economia do compartilhamento, abordando desde o compartilhamento de informações e conhecimento, até o compartilhamento de transporte, as cooperativas e coletivos.

“É impossível ser feliz sozinho”, já dizia o poeta, e algumas soluções para problemas comuns de empresas estejam aí: nas parcerias estratégicas, em admitir que não dá pra abraçar o mundo, pra atuar em diversas frentes, mas quer é viagem construir uma rede de parceiros onde cada um faz o que faz melhor.

E isso é lindo? Sim! Mas arriscado, pois não há uma cultura do compartilhamento, não há políticas públicas nem um sistema legal que incentive a modalidade. Legalmente, como se  incentiva a cooperação? Como se dividem os lucros, caso trate-se de cooperação entre empresas? Compartilhar é dividir responsabilidades. Dá perfeitamente para incentivar modelos de cooperação, mas tem algumas variáveis envolvidas: é mais do que necessário manter os pés no chão e todas as partes protegidas, estabelecendo direitos e deveres; e trabalhar bem a questão da gestão da informação (como transmitir o conhecimento de uma empresa a outra, ou de um colaborador para o outro?).

No mais, estamos vivendo uma era de excessos – excesso de consumo, excesso de gastos, excesso de tributos, excesso de lixo produzido (não consigo não considerar isso também). Se compartilharmos recursos (e dividirmos responsabilidades e tarefas), chegaremos lá.

Leia mais aqui: http://civic.mit.edu/blog/hidenise/peer-economy-keep-it-real-to-catalyze-the-sharing-economy

image

Deixe uma resposta